Categoria Copas do Mundo

Copa de 1930 – Curiosidades

Publicado em: 06/11/2007 por | 9 comentários

Algumas curiosidades sobre a primeira Copa do Mundo da FIFA em 1930 no Uruguai:

- O primeiro gol da história das Copas foi marcado pelo francês Lucien Laurent, na vitória de sua seleção sobre o México por 4 x 1.

- O centroavante argentino Manuel Ferreyra, que teve prova da faculdade no dia do jogo contra o México, foi substituído por Guillermo Stábile, que fez três gols na partida, ganhou a posição de titular, e terminou a competição como artilheiro. Ferreyra, posteriormente, foi colocado como ponta direita da seleção Argentina.

- A cerimônia de abertura ocorreu antes de Uruguai x Peru, nona partida do torneio, pois as obras do estádio Centenário não haviam sido concluídas a tempo para a primeira rodada.

- O atacante uruguaio Castro, conhecido como “El Manco“, por não ter a mão direita marcou, contra o Peru, o primeiro gol do estádio Centenário.

- O estádio Centenário recebeu esse nome porque em 1930 comemorou-se o 100º aniversário da Independência do Uruguai.

O Troféu Jules Rimet

Publicado em: 05/11/2007 por | 5 comentários

Troféu Jules Rimet Ao ser decidida a criação da Copa do Mundo, Jules Rimet – então presidente da FIFA – em 1929 tomou a providência de mandar confeccionar uma bela taça, pelo artesão Abel Lafleur, na França, a qual 7 anos depois, levaria seu nome.

O troféu era a representação de uma Vitória alada que levava em suas mãos, sobre a cabeça, um vaso octogonal em forma de copa. Era composta de 1,8kg de ouro puro, que correspondia a quase metade do seu peso total. Em sua base placas gravadas com o nome dos vencedores dos mundiais realizados até 1970:

1930 – Uruguai;
1934 – Itália;
1938 – Itália;
1950 – Uruguai;
1954 – Alemanha;
1958 – Brasil;
1962 – Brasil;
1966 – Inglaterra;
1970 – Brasil.

O Brasil foi o país que obteve a posse definitiva da taça Jules Rimet, por ter conquistado seu tri-campeonato em 1970.

A taça Jules Rimet ficou pronta em abril de 1929, antes da primeira copa do mundo, e os gastos totais atingiram 50 mil francos, uma fortuna para a época.

O belo troféu passou a Segunda Grande Guerra Mundial escondido pelo desportista italiano Otorino Barassi e depois foi roubado na Inglaterra, em 1966, mas logo recuperado. Infelizmente desapareceu da sede da CBF, no Rio de Janeiro, no final de 1983.

Copas do Mundo e suas Sedes

Publicado em: 03/11/2007 por | 6 comentários

Confira, abaixo, a lista das Copas do Mundo e suas respectivas Sedes:

Copa Candidatos Eleito
1930 Espanha, Holanda, Hungria, Itália, Suécia e Uruguai Uruguai
1934 Itália e Suécia Itália
1938 Alemanha, Argentina e França França
1942 Alemanha e Brasil Cancelada*
1946 - Cancelada*
1950 Brasil Brasil
1954 Suíça Suíça
1958 Suécia Suécia
1962 Alemanha Ocidental, Argentina e Chile Chile
1966 Inglaterra, Alemanha Ocidental e Espanha Inglaterra
1970 Argentina e México México
1974 Alemanha Ocidental e Espanha Alemanha Oc.
1978 Argentina e México Argentina
1982 Alemanha Ocidental e Espanha Espanha
1986 Canadá, Estados Unidos e México México**
1990 Grécia, Inglaterra, Itália e União Soviética Itália
1994 Brasil, Estados Unidos e Marrocos Estados Unidos
1998 França, Marrocos e Suíça França
2002 Coréia do Sul, Japão e México Coréia do Sul e Japão
2006 África do Sul, Alemanha, Brasil, Inglaterra e Marrocos Alemanha
2010 África do Sul, Egito, Líbia, Marrocos e Tunísia África do Sul
2014 Brasil Brasil

* Copas canceladas devido a II Guerra Mundial.
** A Colômbia, que tinha sido escolhida na primeira votação, desistiu de sediar o Mundial de 1986.

Como uma Sede de Copa do Mundo é escolhida?

Publicado em: 03/11/2007 por | 7 comentários

Para sediar uma Copa do Mundo, primeiro, os países interessados em sediá-la deve se canditadar. Em seguida, 24 membros do cômite executivo da FIFA avaliam se o país tem condições de realizar o evento. Entre os quesitos estão: infra-estrutura, estádios, turismo e segurança. Os candidatos que passarem pela avaliação passam por uma eleição que decide qual País será o responsável pela Copa em questão. Se um país tiver mais da metade dos votos, então ele é escolhido como Sede, caso contrário o candidato com menor número de votos é eliminado, e ocorre novas eleições com os demais, até que um dos candidatos consiga mais da metade dos votos. Se sobrarem apenas dois canditados, e houver um empate, a decisão é tomada, então, pelo atual presisente da FIFA.

A escolha do País-Sede é feita 6 anos antes da Copa do Mundo, para que o país possa se preparar, construir ou reformar estádios, aeroportos, e hotéis, e toda infra-estrutura necessária para abrigar pessoas de todas as partes do planeta.
Apesar desse tempo normalmente adotado, já houveram, na história das Copas, algumas exceções nesse intervalo entre a escolha e a realização do Mundial. Foi o que aconteceu na primeira copa, e na copa de 1986, em que os países tiveram apenas 1 ano para a preparação, e em 1966, que devido a um acordo entre os países que participantes, a Espanha teve um tempo recorde de 16 anos para organizar o evento.

Na década de 90, a FIFA decidiu começar um revezamento entre os continentes, já que desde 1958 as Copas eram anternadas entre América-Europa. Porém esse sistema já foi sepultado pela FIFA, principalmente depois da candidatura única da América do Sul para as eleições da sede da Copa do Mundo de 2014 .

Para 2018, o forte candidato a País-Sede é a Inglaterra, que ganhou o direito de sediar a Olimpídas de 2012.

Copa no Brasil 2014

Publicado em: 02/11/2007 por | 18 comentários

copa 2014Depois de uma longa jornada em busca do direito de sediar a Copa do Mundo FIFA de 2014, o Brasil foi oficialmente anunciado como o País-Sede do evento no dia 30 de outubro de 2007, pelo presidente da FIFA, Joseph Blatter, na sede da organização, em Zurique.

Tudo começou no dia 3 de Junho de 2003, com o anúncio da Confederação Sulamericana de Futebol sobre a canditatura do Brasil à sede do evento. Na ocasião, também se candidataram Argentina e Colômbia. Porém, em 2006, as confederações da CONMEBOL decidiram de forma unânime pela adoção do Brasil como seu candidato único.

Ainda em 2006, depois de visitar os principais estádios brasileiros, Blatter disse que nenhum deles tinham condições de sediar a Copa, mas ainda assim, estava confiante de que o Brasil seria capaz de se estruturar e abrigar o mundial em 2014.

Vinte e uma cidades brasileiras entregaram à comissão organizadora os protocolos de interesse em sediar partidas da copa, no dia 31 de Maio de 2007, que foi o prazo dado pela FIFA e CBF para que as cidades demonstrassem seu interesse. E em 21 de Julho do mesmo ano, foi entregue em na sede da FIFA em Zurique, Suiça os documentos com a proposta, pela CBF.

E foi com a seguinte frase, que Joseph Blatter anúnciou a tão esperada decisão:

“O país que produziu os melhores jogadores do planeta, que tem cinco títulos mundiais, terá o direito, mas também a responsabilidade, de sediar a Copa em 2014“.

Nova Camisa do Brasil - 2011